sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Serra do Marão, Montesinho e Nogueira

O fim-de-semana passado foi dedicado aos morcegos.
 Grupo de escuteiros

Começou na Quinta-feira com uma acção de sensibilização dirigida a um grupo de escuteiros do Agrupamento de Vila Real, aproveitando a pernoite dos escuteiros junto às minas de Maria Isabel na Serra do Marão, juntei-me a eles e depois do jantar (uma “famosa” baguete da Campeã e uma cerveja) estivemos 3 horas a conversar sobre morcegos, ainda tivemos oportunidade de capturar alguns exemplares de Rhinolophus ferrumequinum e Myotis escalerai, que fizeram as delicias da maior parte dos presentes, que começaram à acção dizendo “Morcegos! Que feios! Aí que nojo!” e acabaram dizendo “Que fofos!”, esta é uma reacção muito comum entre a maioria das pessoas que nunca viram um morcegos de perto.
Na sexta-feira rumei para o Nordeste de Portugal em direcção a Montesinho, mais propriamente ao troço inicial do Rio Sabor, onde pude capturar alguns exemplares de Myotis Daubentonii e Pipistrellus pipistrellus.
 Plecotus auritus -:)

Já no Sábado o local de captura situou-se na vertente Oeste da Serra da Nogueira, num pequeno ponto de água (tanque), situado num lameiro rodeado por carvalhal perto de Refoios freguesia de Zoio, onde conseguimos capturar cinco espécies diferentes, Nyctalus leisleri, Plecotus austriacus, Plecotus auritus, Pipistrellus pygmaeus e Barbastella barbastellus, a curiosidade desta noite de captura foi que foram apanhados cinco indivíduos de cinco espécies diferentes, coisa que nunca me tinha acontecido!
Resumindo, este fim-de-semana foram obtidos dados de distribuição de 9 espécies diferentes.

1 comentário:

The Lost Geocaching Team disse...

Conseguem fornecer as coordenadas ou indicações para chegar às minas de Maria Isabel?

Obrigado pela atenção!

Enviar um comentário