segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Apontamentos fugazes – acústica de Miniopterus schreibersii


O Miniopterus schreibersii é uma das espécies de morcegos da nossa fauna mais complicadas de distinguir acusticamente, contudo, esta espécie tem algumas características acústicas que são muito particulares, senão vejamos:
1 – Frequência Máxima de Energia (FMaxE) em mais de 90% dos casos situa-se entre os 50-52 kHz, com extremos situados entre os 48-54.

1 – Grande parte dos pulsos de navegação têm uma duração superior a 8 ms, o que é raro nos Pipistrellus.

2 – A transição entre a parte modelada e a mais constante é progressiva o que dá uma forma mais arredondada ao pulso.

4 – A irregularidade dos pulsos de navegação é bastante evidente além da irregularidade dos pulsos visível nos sonogramas, os intervalos entre pulsos (IP) também são bem marcados podendo alternar entre IP curtos (60-80 ms) e IP’s longos (> 200 ms).

5 – Os “Feeding buzz” são normalmente longos e a fase I (fase de aproximação) muito curta ou por vezes mesmo ausente.

6 - os “Social Calls”, mais raros que os "Feeding buzz", são muitas vezes complexos, constituídos por vários pulsos, como uma grande variabilidade entre pulsos.


Sem comentários:

Enviar um comentário